Erasmus+ na Boa Água

O projeto Erasmus+ continua vivo no nosso Agrupamento!

Desde 2019 que está a decorrer o projeto “Steam by Steam – Strategies  for  Teaching, Education  and  Learning Motivation  by  STEAM  approach” , em parceria com escolas da Bulgária, Grécia, Roménia e Lituânia.

Para além do desenvolvimento linguístico e do enriquecimento pessoal e cultural inerentes a este tipo de projeto, os seus objetivos específicos são o desenvolvimento de competências como o raciocínio lógico e a resolução de problemas, o pensamento crítico e criativo, a empatia, a colaboração, através de atividades baseadas numa abordagem STEAM; proporcionar a oportunidade aos alunos de participar em atividades que lhes permitam “aprender a aprender” e motivá-los para a aprendizagem. responsabilizá-los pelas disseminação das suas aprendizagens na sua.

A abordagem STEAM é uma metodologia que promove a autonomia e que pretende que os alunos aprendam de forma interdisciplinar e prática. A metodologia de ensino STEAM engloba sempre as Ciências, a Tecnologia, a Engenharia, a Arte e a Matemática, daí o seu nome.

É o projeto perfeito para a nossa escola, visto que se assemelha às práticas que aqui são implementadas, permitindo que os alunos sejam mais autónomos e capazes!

No âmbito deste projeto, foram desenvolvidas duas mobilidades desde o início do ano letivo. Em outubro, seis alunos participaram na mobilidade a Volos, Grécia, na qual os alunos tiveram a oportunidade de participar em atividades de robótica e conhecer alguns locais de interesse histórico e cultural, como a mítica Metéora e as magníficas paisagens de Pelion. Para além disso, os participantes portugueses prepararam atividades sobre a importância da água e a urgência na mudança de comportamentos, da qual resultou um magnífico mural. Estes alunos deixaram a sua marca na Grécia!

Em janeiro, outros seis alunos participaram na mobilidade a Vilnius, Lituânia. Foi uma experiência especial! Uma das atividades realizadas foi um peddy paper, pela cidade de Vilnius, a capital do país, de modo a ficar a conhecer os principais pontos turísticos, ressaltando que, no final da semana, os alunos viraram “professores” e tiveram a oportunidade de dar uma aula aos restantes envolvidos no projeto. A atividade proposta levou os participantes a cooperarem entre si, resolverem desafios apelando à sua capacidade de resolução de problemas e criatividade, ao mesmo tempo que os alertou para as alterações climáticas.

A Boa Água também dissemina as suas boas práticas além das fronteiras de Portugal! Vamos continuar!

Érica Martins, aluna do 9ºC/F e Prof. Fátima Nave